THE ORDINARY | 100% ORGANIC COLD-PRESSED MOROCCAN ARGAN OIL


Depois de passar praticamente um ano a viver com cabelo curto, decidi voltar às origens e deixar o cabelo crescer bem longo. Desde criança que costumava ter o cabelo super comprido e encaracolado e apesar de, por vezes isso me dar vontade de atirar às paredes, particularmente no verão, tenho que admitir ter umas tanto ou quantas saudades da juba tresloucada que ele é no seu estado natural.

Nos últimos anos o meu cabelo tem vindo a crescer bastante fininho e desta vez gostava de lhe dedicar mais atenção de forma a crescer uma mantinha bem saudável. Para isso preciso de ter uma alimentação equilibrada (check!) e suplementar o cabelo com produtos realmente bons.

Tenho ouvido falar imenso sobre os variados benefícios de utilizar óleo de argão no cabelo e na pele, então decidi experimentar. No entanto, desta vez não queria voltar a comprar produtos apenas pelo seu aroma "com infusão de blablabla" e depois descobrir que o componente que procuro encontra-se na composição apenas numa mísera percentagem, daí ter-me posto em busca da forma mais pura de óleo de argão.


Depois de uma breve pesquisa, decidi experimentar o The Ordinary. 100% Organic Cold-Pressed Moroccan Oil. A ideia de ser uma extracção a frio pareceu-me perfeita visto ser esta a melhor forma de preservar todos os benefícios que compõem o óleo, e é exactamente isso que quero se vou adicionar mais um passo à minha rotina de tratamento de cabelo!


Esqueçam o aroma maravilhoso que podem já conhecer de outros produtos compostos com óleo de argão. Por estar na sua forma mais pura, este óleo tem um cheiro bastante natural, diria quase como couro, mas felizmente depois de aplicado e seco, o aroma dissipa-se no cabelo por completo.

Na verdade demorei algum tempo a testar várias formas de utilizar este óleo de argão até perceber quais as quantidades ideais para o meu tipo e tamanho de cabelo. No entanto, entre várias tentativas menos positivas descobri várias formas de aplicar óleo de argão no cabelo mediante os resultados que procuro atingir e é exactamente isso que venho partilhar hoje convosco.


As Melhores Formas de Aplicar Óleo de Argão no Cabelo


Máscara

Adoro este método porque devolve imenso brilho ao meu cabelo enquanto o hidrata em profundidade. Uso uma dosagem completa (uma pipeta) e aqueço o óleo entre as mãos antes de o espalhar pelo cabelo seco com a ajuda de uma Tangle Teezer. Depois coloco todo o cabelo num bun e durmo assim até à próxima lavagem na manhã seguinte. Este óleo traz bastantes benificios para a pele por isso não me preocupo se transfere para a almofada onde a minha cara vai roçar durante a noite. Até agora não senti nenhuns efeitos negativos na pele, pelo menos. Normalmente lavo o cabelo duas vezes por semana, por isso costumo fazer esta máscara a cada duas lavagens, evitando usar o óleo depois do banho nos dias em que deixo a máscara actuar. 

Caracóis definidos

Como disse, o meu cabelo é naturalmente encaracolado, por isso se o penteio a seco ou uso um secador de cabelo, ele fica em full 90's mode e acreditem quando digo que ninguém quer ver isso. Uma forma que ajuda a definir imenso os meus caracóis é espalhar entre quatro a cinco gotas de óleo de argão pelo cabelo húmido e deixá-lo secar ao ar. O cabelo demora mais tempo a secar desta forma mas os caracóis ficam super definidos e com um aspecto brilhante e saudável. No momento, o meu cabelo está com um tamanho um pouco abaixo dos ombros, por isso se tiverem o cabelo mais curto ou comprido deverão ajustar a quantidade de óleo de acordo. 

Styling

Outra forma de usar este óleo que adoro é aquecendo uma ou duas gotas entre as mãos e passar apenas nas pontas do cabelo depois de utilizar o modelador. Desta forma consigo dar um pouco mais de definição a cada madeixa de cabelo e prevenir as pontas espigadas. Por vezes também passo as mãos com qualquer excesso de óleo no topo do cabelo para domar qualquer frisado e cabelos bebés.

Condicionador

O truque aqui é utilizar a quantidade exacta de óleo em conjunto com o secador de cabelo. Para o tamanho do meu cabelo, quatro gotas são o suficiente para hidratar e dar brilho sem o fazer pesar ou parecer oleoso. Com o cabelo um pouco húmido e de cabeça para baixo, espalho bem o óleo desde o meio do cabelo até às pontas, utilizando de seguida uma Tangle Teezer para ajudar a distribuir bem o produto antes de secar completamente o cabelo com o secador. Por vezes deixo-o apenas assim ao natural, uma vez que o óleo ajuda imenso a domar a juba de leoa, outras ainda uso posteriormente o modelador de forma a criar umas ondas largas. No entanto tenham cuidado para não usar demasiado óleo ou uma fonte de calor muito quente a fim de evitar quaisquer danos.


Espero que tenham encontrado alguma dica útil. Estou curiosa para experimentar este óleo na pele. Se já experimentaram, por favor, digam-me o que acharam e como usam!


Sem comentários

Publicar um comentário