BELEZA | 5 LIÇÕES QUE APRENDI

janeiro 25, 2018

Maquilhagem

Quanto mais fui explorando o campo da beleza, mais fácil se tornou perceber toda a industria por detrás. E apesar de soar um pouco desencorajador e por vezes o ser, especialmente para alguém que gosta de criar conteúdo sobre o assunto, também algumas foram as lições que fui aprendendo pelo caminho e que achei interessantes partilhar aqui convosco. Bora lá?!

Beleza

Os produtos/marcas mais faladas não são necessariamente as melhores


Este ponto encontra-se ligado ao facto do preço não refletir de todo a qualidade de um produto ou a forma ética com que o mesmo fora produzido. Já todos constatamos como alguns produtos mais baratos de supermercado/drogaria ou até de marcas independentes conseguem ter uma performance superior a muitos de marcas prestigiadas e particularmente caras. Com isto não estou a querer fazer um boicote às marcas de renome, cada um tem os seus luxos. Mas pessoalmente não acho que faça sentido pagar um absurdo pelo logo da marca na embalagem quando o produto em si deixa muito a desejar.


Todas as marcas sofrem do mesmo


Inconsistência. Já todos sabemos que o facto de ser multi-funções não traduz necessariamente em qualidade sob todos os factores. É apenas normal que quando uma marca está a tentar fazer tudo ao mesmo tempo, em vez de se focar em desenvolver o melhor numa categoria em especifico, a coisa dê de si. Parece que agora é moda todas as lojas de roupa produzem maquilhagem (ahem, what?), enfim. Quero eu com isto dizer que apenas porque uma marca foi reconhecida como a melhor a produzir X, não implica que Y, W ou Z produzidos pela mesma marca estejam igualmente no mesmo pedestal. Dito isto, acho importante explorar entre marcas o que realmente vale o nosso tostão.


Nem tudo o que funciona para mim funciona para ti


Pode parecer um pouco óbvio mas, tenho a certeza que ou já passaste por isto ou sabes de alguém que tenha passado. É apenas normal que a nossa curiosidade aumente à medida que aquela pessoa com a qual nos identificamos fala mais maravilhas sobre este ou aquele produto. Consequentemente, é normal que tenhamos vontade de ir a correr comprar tal produto e... Eventualmente ficarmos decepcionados. Por isso, é importante ter consciência que nem sempre as coisas nos vão agradar da mesma forma e por isso devemos fazer uma pesquisa primeiro ou, sempre que possível irmos a uma loja experimentar por nós próprios para perceber se realmente tal produto resulta maravilhosamente bem connosco também. Tenta colocar a opinião dos outros atrás das costas por uns momentos e perceber se realmente o produto tem aquilo que procuras. Ninguém gosta de gastar dinheiro em coisas para simplesmente empatar as gavetas até ir parar ao lixo, certo?


Existem muitas joias à espera de ser encontradas


Se consomes um valor considerável de conteúdo relacionado com beleza, já te deves ter apercebido de que as pessoas que segues falam dos mesmos produtos na mesma altura. Isso não implica que tal produto seja assim tão bom/inovativo que toda a gente precise de falar dele ao mesmo tempo, ou que seja realmente o "preferido do momento". Simplesmente significa que a marca lançou um produto novo e distribuiu pelos "influenciadores digitais" com o intuito exclusivo de que a mesma o publicite e consequentemente faça subir as vendas. Desta forma, torna-se um pouco indiferente ouvir um "não estou a ser patrocinada e a marca não me pediu para falar neste produto", porque claro que se ganhas a vida como "influenciadora digital" vais falar dos produtos que recebes. De que mais falarias?
No meio destes lançamentos constantes, podemos facilmente esquecer-nos de todos os outros produtos que existem (e dos quais ninguém fala, uma vez que as marcas não adoptam uma estratégia de marketing digital tão agressiva), que na realidade podem ser tão bons ou melhores. Dá uma chance aquele produto que te piscou o olho da ultima vez que foste às compras, quem sabe o que pode vir a acontecer.


Quebra as regras


Tendo em conta que cada pessoa tem um formato de rosto e de olhos diferente, tons e sub-tons de pele e tipo de cabelo diferente já para não mencionar estilos diferentes, apenas faz sentido que cada um de nós faça aquilo que melhor resulta para nós próprios, independentemente da nova moda de contorno e iluminador. Não há nada como experimentar tudo uma vez. Mas melhor ainda é dar um passo atrás e perceber o que realmente funciona connosco/nos faz sentir realmente bem, versus o que simplesmente nos faz contribuir para um standard de beleza irreal e tornar-nos mais uma fotocópia no meio da multidão.

Blogger de Beleza




Podes Também Gostar

2 comentários

  1. Excelente post sua linda e não poderia estar mais de acordo. Muitas vezes chego a conclusão que não vale a pena tentar por me igual a alguém porque por exemplo não me fica bem haha

    ResponderEliminar

Em Destaque

MAKEUP 101 | PRIMEIROS PINCÉIS

Segue no BlogLovin'

Follow on Bloglovin