GARNIER | MÁSCARA HYDRA BOMB

setembro 12, 2017


A primeira e única vez que experimentei máscaras em tecido anteriormente foi num tratamento facial da Rituals, numa sessão de Spa que o David me ofereceu à algum tempo atrás. Na altura, não prestei grande atenção mas recordo-me perfeitamente da sensação refrescante e apaziguante que a máscara devolveu à minha pele, depois de um tratamento facial intensivo.

Desde então, as máscaras em tecido já evoluíram bastante e rapidamente se tornaram uma tendência no que toca a cuidados de pele. Por isso, decidi experimentar esta máscara por mim própria e ver o que de tão especial poderia trazer ao campo de beleza.

No geral, gostei bastante deste produto e foi, no seu todo, uma boa experiência. No entanto, não pude deixar de comparar este novo conceito às máscaras normais de boião. Por isso, e com o intuito de vos ajudar a perceber o que melhor vai ao encontro dos vossos gostos e necessidades, achei que seria interessante partilhar convosco a minha lista de prós e contras. Mas antes disso, vou-vos falar brevemente desta máscara em particular e da minha experiência durante a primeira utilização.


O que é

Esta é uma máscara em tecido recortada com o formato de rosto e enriquecida com ingredientes benéficos para a nossa pele, como extracto de romã, serum de planta e ácido hialurónico - Ideal para pele desidratada e a necessitar de um carinho extra.

Como usar

Coloca a máscara no rosto previamente limpo, seguindo o formato e recortes dos olhos, nariz e boca como guia. Gentilmente pressiona a máscara no rosto e retira a película protectora.

Deixa a máscara actuar por 15 minutos - Isto irá permitir que a pele absorva o máximo de propriedades nutritivas de forma a ficar mais hidratada e com um aspecto mais saudável - Depois disto, remove a máscara, massaja o produto no rosto e retira o excesso que não foi absorvido com a ajuda de um disco de algodão.

A minha experiência

Especialmente durante os meses de verão, a minha pele tem tendência a ser um pouco mais oleosa. Apesar disso não traduzir necessariamente numa pele hidratada, fico sempre um pouco hesitante em utilizar produtos que me pareçam tão potentes, porque fico com receio de que a minha pele reaja de uma forma menos positiva. Quem sente a mesma coisa? Anyway, por causa disso e porque queria sentir o máximo de efeitos desta máscara, guardei-a para usar quando a minha pele estivesse claramente a demonstrar necessidade de uma hidratação mais profunda.

A primeira coisa em que reparei (novamente) foi a sensação refrescante e consequentemente bastante relaxante.

No inicio senti uma espécie de ardor/formigueiro leve, que me deixou bastante preocupada uma vez que a minha pele consegue, por vezes, ser muito sensível, mas após apenas alguns minutos essa sensação desapareceu por completo e consegui aproveitar a experiência a cem por cento.

Depois de remover a máscara senti de facto que a minha pele estava bem hidratada e com um aspecto saudável e radiante. Esta sensação durou pelo menos os dois primeiros dias depois de usar a máscara, mas posso dizer com certeza que não senti necessidade de utilizar qualquer serum ou hidratante mais forte durante a primeira semana depois da utilização desta máscara.


Como mencionei anteriormente, esta experiência deixou-me a pensar nos prós e contras de utilizar máscaras em tecido no geral, ao invés de máscaras em boião. Aqui ficam alguns pontos que registei.

Prós:


  • Pronta a usar - Dispensa a utilização de pincel, taça, de misturar ou de lavar as mãos de imediato. 
  • Travel-friendly - Fácil e prático de transportar na mala de viagem e excelente para utilizar durante um voo comprido. 
  • Providencia uma sensação de frescura relaxante
  • Acessível para um uso esporádico.
  • Boa relação qualidade/preço.
  • Fácil de remover.

Contras:

  • A longo prazo cria demasiado desperdício de embalagem.
  • Pode tornar-se dispendiosa se usada com frequência, comparativamente a uma máscara em boião ou tubo.
  • Uma vez que tem o formato standerizado de rosto, pode ser necessário recortar ou ajustá-la.
Dito isto, definitivamente vejo-me a usar este tipo de máscaras no futuro, especialmente para um boost de hidratação depois de uma longa viagem. No entanto, por enquanto acho que me vou manter pelas máscaras normais, mesmo isso implicando em, por vezes, demorar séculos a remover o produto do rosto. 

E tu, que tipo de máscaras preferes usar?


Podes Também Gostar

4 comentários

  1. Agora lembraste-me que há IMENSO tempo que não faço uma máscara e faz uma diferença enorme na pele.

    ResponderEliminar
  2. Respostas
    1. Obrigada pelo comentário Marta! É sem dúvida uma boa experiência.

      Eliminar

Em Destaque

MAKEUP 101 | PRIMEIROS PINCÉIS

Segue no Facebook

Segue no BlogLovin'

Follow